Programas 5S e 8S: Aplicações

O Programa 5S

 

programa-5s-alfa-desenvolvimento

O programa 5s foi criado por volta de 1950, após a 2ª Guerra Mundial, e se tornou um dos programas de gestão japonês mais conhecidos. O programa preza pela criação de uma cultura de qualidade dentro das empresas e um bom desempenho nas mesmas.

Os “S”s são cinco palavras em japonês, cinco sensos que devem ser incorporados pelas empresas para que possam desenvolver os objetivos do programa.

Definição e Aplicação dos 5Ss:

SEIRI: Senso de Utilização

Trata-se da prática de verificar todos os materiais e ferramentas necessárias para o trabalho e manter somente aquilo que for necessário na área de trabalho. As coisas consideradas como desnecessárias podem ser descartadas ou então reutilizadas em outro local.

SEITON: Senso de Organização

Também chamado de Senso do espaço organizado ou de ordenação. Após a separação do que for necessário, cada coisa deve ser posta em seu devido lugar e com uma identificação – placas, etiquetas, post-it… – que facilite o manuseio do material que será utilizado.

SEISO: Senso de Limpeza

É o senso de manter o local de trabalho sempre limpo e de nos lembrar que o mais importante é não sujar. Este procedimento tem como foco lembrar que a limpeza é parte do nosso trabalho e do nosso dia-a-dia.

SEIKETSU: Senso de Normalização e Saúde

Também chamado de senso da padronização, asseio e arrumação. Preza pela criação de sistemas e normas que devem ser cumpridos por todos. Deve-se cultivar um respeito mútuo e um posicionamento ético nas vastas áreas de trabalho, zelar pela higiene pessoal e um ambiente de trabalho favorável.

SHITSUKE: Senso da Disciplina

Senso da melhoria contínua. Preza pela manutenção e revisão dos 4Ss anteriores. Visto que os outros sensos foram estabelecidos, acabam tornando-se uma nova forma de desenvolver o trabalho visto que as antigas práticas já não são mais aceitáveis.

Todavia, novas maneiras de se efetuar o trabalho são bem aceitas tendo em vista que prezam para o melhoramento do trabalho. A utilização do 5S, antes da implantação de qualquer outro programa é muito recomendada, tendo em mente que ele “preparará o terreno para que seja possível construir a casa”.

O Programa 8S

Com o decorr5ser do tempo, foram criados mais 3S por gestores pois estes, sempre abertos a melhorias viram que o programa dos 5S não suportava tudo que devesse ser abordado, ou seja, não eram suficientes. Assim, a estrutura do programa dos “S”s se tornou mais forte e abrangente.

SHIKAYARO: Senso de Determinação e União

Preza pelo trabalho em equipe, afinal “a união faz a força”. Sem foco e persistência mútua não será possível alcançar o sucesso.

SHIDO: Senso de Capacitação, Treinamento e Educação

Sem conhecimento, nenhum membro da equipe pode desempenhar um bom papel, visto que isso pode levar à arruinação do projeto. Por isso todos os membros devem ser treinados de uma forma contínua para que possam executar de uma maneira melhor as suas atividades.

SITSUYAKI: Senso de Economia e combate aos desperdícios

Todas as oportunidades de melhorias devem ser realizadas, tudo o que for desperdício para a empresa deve ser descartado e os gastos desnecessários eliminados. Com a criação dos três novos itens, viu-se que estes novos sensos deveriam vir antes dos demais, tendo em vista que os outros sensos servem como complementos para eles. Assim temos uma nova organização dos sensos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *